Câncer de pele: O que é e como prevenir?

Prevenir o Câncer de Pele

A pele é o maior órgão do nosso corpo e é por este motivo que necessita de muitos cuidados. Ainda mais no Brasil, um país com muita incidência de raios solares, e que todos os anos acaba diagnosticando milhares de pessoas com a doença. Só no ano passado, foram diagnosticados aproximadamente 100 mil novos casos. E, até o final de 2022, a estimativa é que o país registre 185 mil casos novos de acordo com as projeções do Instituto Nacional de Câncer (INCA). 

O câncer de pele corresponde hoje a 30% de todos os tumores malignos diagnosticados no país, porém, a doença costuma não ser muito agressiva, evoluindo de forma lenta, mas que pode progredir, dificultando o tratamento e podendo se espalhar para outros órgãos.

O que é o câncer de pele?

O câncer de pele é dividido entre os tipos melanoma e não melanoma. O segundo tipo é considerado grave devido ao alto risco de metástases, que faz o câncer se  espalhar para outros órgãos, podendo tornar o quadro geral muito mais perigoso.

O diagnóstico do câncer de pele só pode ser feito por um profissional da saúde. Por isso, nada mais importante do que  estar atento para aquelas pintinhas estranhas surgindo na pele. Na hipótese de ser um câncer agressivo, quanto mais tempo a pessoa levar para procurar ajuda médica, mais difícil será o tratamento. 

O câncer de pele tem uma alta taxa de cura quando diagnosticado precocemente, inclusive quando o câncer não é o melanoma, que é mais simples e menos agressivo. O diagnóstico é essencial para remoção da lesão e monitoramento para evitar que o câncer retorne ou evolua.

Qualquer indivíduo pode acabar desenvolvendo câncer de pele. Entretanto, existem pessoas que possuem uma predisposição para a doença. Entre elas estão as pessoas com pele, olhos e cabelos claros. Pessoas que já tiveram casos na família também devem ligar o alerta, e por fim, aqueles que possuem muitas marcas na pele, como sardas, pintas e verrugas de diferentes formas, cores e tamanhos. E mesmo sem nenhuma predisposição o cuidado deve ser o mesmo, afinal, não possui predisposição não significa que possui imunidade a doença.

Como identificar o câncer de pele.

Analisando a pele

Geralmente o câncer de pele é  uma doença assintomática, o que acaba dificultando o seu diagnóstico, por este motivo, é importante conhecer bem o seu corpo, analisando a sua pele durante o banho ou enquanto troca de roupa. 

Melanomas metastáticos podem apresentar outros sintomas como nódulos, inchaço, dores abdominais, dores de cabeça, falta de ar ou tosse. Caso você perceba manchas que coçam, ardem, escamam ou sangram, ou sinais que mudam de tamanho, forma e cor, busque um especialista para que ele faça o diagnóstico correto.

Como se prevenir do câncer de pele?

Sempre que realizar qualquer atividade ao ar livre, independente se o clima está ensolarado ou nublado, ou quando estiver em frente ao computador, ou qualquer outra fonte de radiação, é necessário utilizar a proteção solar. Também é fundamental que os mesmos cuidados sejam tomados com as crianças, pois a ação do sol pode provocar o câncer de pele. Quanto mais cedo a prevenção, menor o risco!

Protetor solar em crianças

Evite a exposição solar entre 10h e 16h, que é quando o sol está no horário de maior pico.  Lembre também de retocar o protetor a cada duas horas, pois a transpiração acaba removendo o protetor, igualmente quando estamos na água do mar ou na piscina. Além disso, nas Lojas Rede você encontra produtos de diversos fatores de proteção solar (FPS), de 30 a 99, todos dermatologicamente testados, antioxidantes e não comedogênicos.

O fator de proteção solar deve ser, preferencialmente, de 50, para adultos e crianças de pele clara, pessoas mais morenas podem usar um índice menor, porque a pele mais escura confere uma proteção maior em comparação com pessoas de pele escura. Ou seja, quanto mais clara e sensível a pele, maior é o fator indicado.

Hidratação da pele

Outra dica para se proteger é hidratar a pele depois de se export ao sol, para que a mesma não fique seca e acabe perdendo elasticidade. Um hábito que pode ajudar você na prevenção, é criar uma rotina de cuidados, logo ao acordar, após o banho, criar um ritual de proteção, ao passar o protetor e hidratar seu corpo.

Com as atividades comuns retornando, ir à praia voltou a fazer parte da nossa rotina, mas a proteção é a mesma de sempre, lembre-se de utilizar bloqueadores solares e também físicos como chapéu, óculos e guarda-sol, para reforçar a proteção. Além disso, conte sempre com as Lojas Rede para oferecer os melhores produtos para os seus cuidados com o corpo.