A escovação infantil

Antes mesmo de nascer o primeiro dentinho do bebê, os cuidados com a higiene oral já devem começar, basta usar uma gaze molhada em água filtrada para retirar o restinho do leite materno das gengivas.

Dos 8 aos 10 meses de vida, os primeiros dentes despontam, mas ainda não é hora de usar escova, use uma dedeira uma vez ao dia também com água, para higienizar a boca da criança.

A partir dos 11 meses, o bebê já tem um grande número de dentes de leite e a rotina de limpeza já se iguala à dos adultos, escolha uma escova de dente bem macia e específica para essa idade, a escovação deve ser feita pelo menos três vezes ao dia, após as principais refeições.

A quantidade de creme dental deve ser bem pequena, semelhante a um grão de arroz e devem ser usadas as versões exclusivas para os pequenos, de preferência sem flúor para evitar manchas nos dentes, a fluorose. Até os quatro anos de idade a escovação deve ser feita pelos pais, uma vez que os pequenos ainda não desenvolveram completamente as habilidades motoras necessárias para o movimento de escovação.

A partir dos cinco anos, as crianças já estão motivadas a fazerem escovação sozinhas e também desenvolveram bem a capacidade de cuspir, a partir de então os pais devem supervisionar a higiene oral dos pequenos e estimular ainda mais o uso da escova de dentes. O modelo da escova se altera e o uso do fio dental começa a fazer parte da rotina.

 

A escovação deve ser feita de forma divertida e o exemplo dos pais ajuda a criança a tomar gosto pela escovação desde cedo. Assim, doenças como a cárie, que atingem 50% das crianças entre 6 e 8 anos de idade, são evitadas no dia a dia. E não se esqueça, lembre-se de trocar as escovas de
dente de três em três meses e visitar o dentista regularmente.